13 maio 2022

PROFESSORES de Baianópolis programam PARALISAÇÃO de 3 dias na próxima semana em luta pelos 33,24% e o rateio do FUNDEB não pago


   Na manhã de hoje (13/05) sob o clamor “PROFESSORES NA RUA, PREFEITA A CULPA É SUA!” os profissionais em educação mobilizaram-se para que os direitos adquiridos sejam respeitados, tanto o reajuste de 33,24% do piso salarial, quanto ao pagamento não realizado do rateio do FUNDEB. Desta vez o protesto foi em forma de panelaço com auxílio de apitos chamando atenção à população bainopolense sobre esse descaso com a educação em Baianópolis.

   No trajeto várias pessoas apoiaram o movimento aplaudindo, conversando que tem que buscar os direitos mesmo. A coordenação do movimento foi até a Prefeitura para falar com a Prefeita, mas segundo informações da atendente, ela não estava. E, foi chamado no primeiro momento o Professor e Advogado Dr. Arlindo onde dialogou com a coordenação, e em seguida chamaram o Secretário de Finanças Alberto, que por sua vez disse que estão trabalhando com o intuito de dar uma resposta à classe até segunda-feira. A Coordenação deixou bem claro que nunca rompeu com o diálogo com o executivo, que sempre estão dispostos ao diálogo, mas o que não abrem mão é dos direitos em sua totalidade, no caso os 33,24% e os valores do rateio do FUNDEB.





Foi programada a terceira (3ª) paralisação, agora com 3 dias de duração (Quarta, Quinta e Sexta-Feira). E, caso haja sinalização do pagamento dos direitos na totalidade, a paralisação poderá ser suspensa, mas caso contrário ocorrerá constantemente até que haja o efetivo pagamento dos direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário