21 fevereiro 2022

Três estudantes de medicina suspeitos de entrarem no curso com documentos falsos são presos no oeste da Bahia



   Três estudantes de medicina foram presos na manhã desta sexta-feira (18), durante uma operação da Polícia Civil, em Barreiras, no oeste da Bahia. O trio é suspeito de entrar no curso com históricos escolares falsos no processo de transferência externa, ou seja, entre faculdades.

   Segundo informações da Polícia Civil, as prisões aconteceram durante uma operação. Ao todo, 15 estudantes tiveram mandado de prisão decretado. Um outro suspeito, que estuda na Universidade Rio Verde, em Goiás, também foi preso nesta sexta.

   De acordo com a polícia, os estudantes apresentavam o documento que comprovava que estavam em determinado período, sem terem de fato cursado. Assim, conseguiam entrar na universidade em um estágio avançado do curso.

   Os jovens que foram presos em Barreiras, um do sexo masculino e duas do feminino, são alunos da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB). Dois deles foram presos nas casas onde moram e um em um ônibus, a caminho da faculdade.

   A Polícia Civil já tinha feito uma operação e prendido 19 estudantes em outubro do ano passado. Na oportunidade, 17 deles estavam em Goianésia, um em Formosa, também em Goiás, e um em Barreiras, na Bahia.

   Todos os 19 já foram soltos e respondem em liberdade pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso, associação criminosa e perigo à vida de outras pessoas, porque atuavam em clínicas particulares, hospitais e postos.

   Os nomes dos suspeitos presos nesta sexta não foram divulgados. Por isso, o g1 não localizou a defesa deles para se manifestar sobre as prisões.

FONTE:G1



PUBLICIDADE:




 


Nenhum comentário:

Postar um comentário